Pescar menos, mas pescar melhor.
 
 

Internacionalmente reconhecida pela sua prática de pesca responsável, a Unima captura 2 500 toneladas de camarão selvagem respeitando os princípios da FAO, com vista à protecção dos recursos marinhos :

-   Domínio do esforço da pesca.
-   Alargamento das malhas das redes e diminuição da largura dos arrastões.
-   Colocação dos dispositivos TED ( Turtle Excluding Device) e BRD ( By-catch Reduction Device), em colaboração com o WWF, destinados à redução das capturas de peixe e tartarugas.
-   Protecção do litoral e dos ecossistemas de corais.

-   Cooperação com os pescadores tradicionais para uma exploração solidária e durável dos recursos marinhos.
-   Colocação de rendimentos alternativos para os pescadores tradicionais durante o encerramento do período de pesca do camarão.


A Unima teve uma participação fundamental na instauração de práticas da pesca responsável em Madagáscar particularmente graças ao seu papel de membro fundador do GAPCM «  Groupement des Aqualculteurs et Pêcheurs de Crevettes de Madagascar »(Agrupamento dos Aquicultores e Pescadores de Camarão de Madagáscar).

Em conjunto com esta organização e com a Marine Stewardship Council (MSC), o Grupo iniciou um processo de eco-certificação da pesca.